Fraldas de pano modernas: como lavar à mão?

As fraldas de pano moderna, além de lindas e sustentáveis, são também práticas, pois podem ir para a máquina de lavar. Mas há quem não queira ou não tenha máquina de lavar. Nesse caso, como é feita a lavagem da fralda? No post de hoje tiraremos essa dúvida!

Depois de usada, a fralda deve ser “desmontada”, esticando os elásticos laterais e desprendendo os botões frontais. É preciso retirar o absorvente interno e lavá-lo separadamente. Quando a fralda é de cocô, basta só jogá-lo no vaso sanitário ou, se for ainda muito mole, retirar o excesso em água corrente.

As fraldas podem lavadas todas juntas. Para isso, você pode ir acumulando as fraldas num balde com tampa sem deixá-las de molho e sem qualquer produto. O ideal é que elas sejam lavadas “por grupo”: fraldas com cocô com fraldas com cocô e as com xixi com as fraldas com xixi.

Mão na massa: hora de lavar!

Com a fralda suja em mãos, é hora da diversão (só que não!). Não é aconselhável esfregar o sabão na fralda, pois o produto pode penetrar na trama do tecido e diminuir a durabilidade e permeabilidade da fralda. O ideal é colocar a fralda em uma mistura de água com um pouco de sabão líquido neutro, sabão biodegradável, sabão em pó ou até mesmo detergente. O sabão deve ficar bem diluído na água. O movimento das mãos deve imitar o que acontece numa máquina de lavar. Evite esfregar, pois isso pode “trabalhar” a costura e diminuir a vida útil da fralda de pano.

Ao final, a fralda molhada e com sabão deve ser “esmagada” e não torcida. Torcer a fralda de pano também diminui a durabilidade e permeabilidade da fralda. Após esse processo, enxágue em água corrente até todo o excesso de sabão ter sido  retirado. Depois desse molha-e-esmaga, é só deixar a fralda de pano secar na sombra e voi lá! Fraldinha pronta para um novo uso!

Nesse vídeo, a Laís explica o processo em detalhes:

Aproveitamos para trazer aqui este vídeo em que a Laís cita seis coisas que você não deve fazer com sua fralda de pano moderna:

[Foto em destaque: varal da cliente Lilian Carvalho, mãe do Alef]