Meio ano!

Sumi né? Mas essa semana eu tô de volta!! Com MUITA novidade. Tem tantas coisas que eu quero dividir com vocês, pessoas queridas que nos acompanham. Fiquei um pouco frustrada por ter abandonado tanto o blog, mas o Davi e a família são prioridades. E foi bom desconectar por um tempo.

Sexta-feira o Davi fez 6 meses. E nós dois estamos de parabéns. Metade de um ano de amamentação exclusiva, em livre demanda. Sucesso meu, dele e de todos que nos apoiaram nessa jornada que não está nem na metade. Ainda temos muitos meses de amamentação pela frente e nem cabe falar de fim porque ele nem está perto. Os primeiros meses que foram tão sofridos acabaram, vieram algumas outras dificuldades mas nada que mereça ser exaltado. Davi nasceu e veio pro meu peito, demorou algumas semanas até virar algo natural. Mas nesses 6 meses já me proporcionou tantos momentos deliciosos que já compensaram todos os dias de dieta que já fiz e os que ainda virei a fazer. A primeira vez que ele mamou, a primeira mamada de sucesso, o dia que ele me acordou batendo com a cabeça no meu peito. Quando ele riu na hora que viu o peito, a primeira vez que ele puxou minha blusa pedindo peito, o primeiro carinho, quando aprendeu a segurar a minha correntinha. Sonecas que tiramos juntos grudados pelo peito.
Ele está de parabéns, por ser lindo, fofo, estar crescendo e se desenvolvendo super saudável. Eu estou de parabéns também, por seguir tão fielmente essa dieta, por nunca e nenhum segundo cogitar passar para uma fórmula mesmo com tantas sugestões e indiretas. Por respeitar o tempo dele e deixar ele fechar essa fase de aleitamento exclusivo, sem pressa, sem neura.  Respeitar o ritmo dele, é meu lema. Pode parecer um pouco de falta de modéstia mas nem todos os dias de dieta são cor de rosa e ver o resultado do meu esforço na saúde dele, faz com que as coisas fiquem mais leves.
E que venham mais quantos meses o Davi quiser!