Ganho de peso: Nobody said it was easy...

...No one ever said it would be this hard

Foi exatamente essa frase que veio na minha cabeça assim que eu desliguei o telefone após falar com a pediatra dia 02 de Janeiro a noite.
Como o Davi ainda não tinha ganho peso esperado por causa do início difícil com a amamentação e também pelo refluxo ficamos com a orientação de pesar o Davi novamente para chegar se agora o ganho de peso estava Ok. Pesamos, e ele tinha perdido 75 gr. Lá eu liguei para a doutora de novo, ela ficou bem preocupada com a situação e deixou as seguintes recomendações, coletar a urina do Davi por sonda (tadinho!) para investigar o motivo da perca de peso.
Saímos correndo, para fazer o exame. Quando chegamos de volta na casa dos meus pais eram umas 8 da noite, enquanto eu amamentava o Davi, o Felipe ligou para a médica passando o resultado do exame. Infecção Urinária, disse para irmos no NAS naquele dia mesmo porque o Davi precisava ser medicado para ganhar peso. Nossa, desabei. Mesmo, porque tudo isso com ele? Só 19 dias de vida! Não dava pra deixar a gente em paz cuidando dos problemas que já tinhamos? Mas enfim, como diz o ditato "O que não tem remédio, remediado está". Chegamos em casa com o antibiótico, orientações para amamentar de 2 em 2 horas (mesmo de madrugada! E acordá-lo para mamar), pesar novamente dia 04/01 e procurar um nefrologista.
Essa maratona de amamentar foi punk, cansou muito! E como o refluxo ainda estava a mil, foi mais cansativo ainda. Mas dia 04 eu tive minha recompensa, ele engordou 47gr/dia, e o esperado era 30!
Fizemos a consulta com a nefro, ela disse que se ele engordou é porque o tratamento estava bem suscedido porém precisávamos investigar a origem. Passou mais exames e ficamos de retornar dia 20 de fevereiro.

Vencemos mais essa filho!